SOP: Síndrome dos Ovários Policísticos

Oi flores!! Tenho visto que muitas meninas ficam muito preocupadas com o diagnóstico que lhes foram passado: "SOP".

Vamos entender direitinho o que é a SOP ??

Curiosidades:
A Síndrome do Ovário Policístico foi descoberta em 1935, e pode ser chamada também de Síndrome de Stein Leventhal, pois esses dois nomes são os dos cientístas responsáveis pela identificação da síndrome...Cerca de 5 a 10% das mulheres em idade fértil desenvolve a doença.

SOP X OP:
SOP = Síndrome dos Ovários Policísticos
OP = Ovários Policísticos

Primeiro quero explicar uma coisa, muitas mulheres após o exame de ultrassom descobre que tem microcistos nos ovários e já se declaram com a SOP, já se desesperam achando que estão condenadas, que não podem ter filhos. Muita calma nessa hora! Antes de entrar em pânico que tal buscar informação a respeito?

Nem toda mulher que tem cistinhos nos ovários tem SOP. Bagunçou a cabeça agora né? Calma que eu explico.
Todo mês no nosso período fértil, nossos ovários estão se preparando para ovular como já expliquei na aulinha "Entendendo o Ciclo Menstrual", alguns folículos vão se desenvolvendo mas apenas 1 se rompe e libera o óvulo. Então esses cistinhos que sobram no ovário nada mais são do que folículos em desenvolvimento que deveriam se transformar em óvulos mas que não conseguiram amadurecer o suficiente. Se dentre os folículos do ovário que estam se desenvolvimento 1 deles no mês amadurecer e soltar o óvulo, ótimo! Está tudo normal, os cistinhos vão continuar lá mas não vão interferir em nada no seu ciclo.
Então:
OP = Ovários Policísticos: Ao exame de ultrassom são detectados os cistinhos (os folículos que não "ovularam") mas a mulher ovula todo mês, sua menstruação é reguladinha, não tem aumento de peso, não tem queda de cabelo, não tem acne e pele oleosa, não tem aumento de hormônios masculinos ou seja, não apresenta sintomas envolvidos.

Bom, mas infelizmente nem todas as mulheres tem a sorte de só ter a OP. Além de no exame de ultrassom constar os cistinhos nos ovários (no caso de quem tem a síndrome a quantidade de cistos geralmente é maior de quem não tem a síndrome), a mulher apresenta sintomas e alterações envolvidos.
Então:
SOP = Síndrome dos Ovários Policísticos: Ao exame de ultrassom são detectados os cistinhos (os folículos que não "ovularam"), mas a mulher não ovula todo mês, sua menstruação não é reguladinha, tem aumento de peso, tem queda de cabelo, tem acne e pele oleosa, tem aumento de hormônios masculinos ou seja, apresenta sintomas envolvidos (claro que ela pode não apresentar todos os sintomas, mas alguns ela deve ter para ser diagnosticada com SOP).

Sinais e sintomas da SOP:
- Ciclos menstruais desregulados, ou ausência de menstruação no ciclo;
(Uma explicaçãozinha sobre esse sintoma aí de cima: Quando nenhum dos folículos que estam em desenvolvimento nos ovários se formam ou deixam de crescer e ovular, a mulher deixa de menstruar, e conseqüentemente o número de cistinhos aumenta)
- Aumento de peso (e o chato disso, quanto mais a mulher engorda pior fica a síndrome);
- Pele muito oleosa;
- Aparecimento de espinhas;
- Aumento de pelos no rosto, seios e barriga;
- Aumento da produção de hormônios masculinos;
(Uma explicaçãozinha sobre esse sintoma aí de cima: a maior quantidade de hormônios masculinos é que causa a ausência ou dificuldade de ovulação, e por conseqüencia a falta de menstruação e dificuldade e engravidar) 

Como diagnosticar a SOP:
A SOP é diagnosticada através dos cistinhos encontrados no exame de ultrassom combinado com os sintomas e alterações hormônais (detectados pelo exame de sangue)

Possíveis causas da SOP:
As causas não são totalmente estabelecidas, mas sabe-se que algumas das possíveis causas são:
- Hiperinsulinismo, ou seja maior quantidade de insulina no corpo devido a uma disfunção. A insulina encontra uma célula receptora que não responde bem e não consegue acumular glicose. Conseqüência: o nível da glicose sobe no sangue e o pâncreas é estimulado para produzir mais insulina. Esse defeito no receptor de insulina é de origem genética, e pode piorar com a obesidade;
- Obesidade: o excesso de peso está envolvido com problemas de ovulação. Isso acontece porque quando as células de gordura são demais no corpo elas agem no processo de transformação de estrogênio em androgênio, modificando o balanço hormonal ou seja, aumentando a quantidade de hormônios masculinos e impedindo assim a ovulação;
- Algum problema no hipotálamo, na hipófise, nos ovários ou nas supra-renais, esses problemas fazem com que seja produzido mais hormônios masculinos do que o normal.

Tratamento da SOP:
- Se os sintomas são causados pela obesidade, o tratamento indicado é o emagrecimento. Perdendo peso já é possível eliminar os sintomas e regular a ovulação;
- Se a mulher não quer engravidar no momento, o uso do anticoncepcional é considerado como tratamento pois diminui a quantidade de hormônios masculinos produzidos no organismo;
- Se ela quer engravidar o tratamento é feito com o indutor de ovulação. Ele capaz de corrigir os problemas endócrinos, fazendo com que a mulher ovule, e grande parte engravida.

Bom...é isso flores! Vamos acalmar os ânimos aí porque é certo que com tratamento (ou até mesmo sem = eu) a mulher portadora da SOP engravida sim!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você não tem blog e não quer comentar anonimamente pode escolher em publicar comentário usando nome e URL, no campo URL coloque o endereço do site aqui do Diário: www.diariodatentante.com